Módulo II – Análise da Situação Atual


O segundo módulo apresenta as ferramentas necessárias para analisar a situação atual e a condição em que a organização se encontra.  Conhecer estas ferramentas de análise é importante para qualquer um que esteja realizando um processo de planejamento estratégico.


Ciclo de Vida do Produto


De acordo com Oliveira (2001), no início da formação das empresas, o crescimento da atividade era a lei. No entanto, com o passar dos anos, algumas empresas foram se extinguindo, outras ficavam ultrapassadas, ou por algum outro motivo perdiam participação, e conseqüentemente a competitividade no mercado. Através da análise desses fatores, estudiosos criaram um modelo […]

Continue Lendo



Matriz BCG

Segundo Daft (2005), para se começar um negócio deve-se analisar uma estratégia que envolva toda a organização, chamada de estratégia de portfólio, que visa criar sinergia (uma área de negócios influenciar positivamente a outra) e combinação as unidades estratégicas de negócios. A maneira útil de pensar sobre estratégia de portfólio é a matriz BCG. A […]


Continue Lendo




Análise S.W.O.T.

A Análise S.W.O.T. (ou análise F.O.F.A. em português) é uma ferramenta estrutural utilizada na análise do ambiente interno, para a formulação de estratégias. Permite-se identificar as Forças e Fraquezas da empresa, extrapolando então Oportunidades e Ameaças externas para a mesma. De acordo com VALUE BASED MANAGEMENT (2007), Forças e Fraquezas (Strenghts e Weakness, S e […]


Continue Lendo




Análise Interna

Maximiano (2006) define a análise interna como “a identificação de pontos fortes e fracos dentro da organização anda em paralelo com a análise do ambiente”. O estudo dos pontos fortes e fracos da organização é realizado através da análise das áreas funcionais de uma organização (produção, marketing, recursos humanos e finanças), e a comparação do […]


Continue Lendo




Modelo de 5 Forças de Michael Porter

Maximiano (2006) afirma que “o entendimento das forças competitivas de um ramo de negócios é fundamental para o desenvolvimento da estratégia”. Assim, Serra, Torres e Torres (2004) afirmam que a análise do ambiente externo pode ser realizada por meio do modelo de cinco forças da competitividade, desenvolvido por Michael Porter na década de 70. O […]


Continue Lendo




Análise Tecnológica do Ambiente Externo

Para Churchill (2000), “o conhecimento científico, a pesquisa, as invenções e as inovações que resultem em bens e serviços novos ou aperfeiçoados constituem o ambiente tecnológico”. Manter-se em compasso com os desenvolvimentos tecnológicos é mais importante ainda para as organizações que lidam com clientes empresariais, pois estes podem depender de inovações tecnológicas para manter-se vivos […]


Continue Lendo




Análise Natural do Ambiente Externo

Churchill (2000) afirma que o ambiente natural “envolve os recursos naturais disponíveis para a organização, ou ofertados por ela”. A capacidade de oferecer bens e serviços pode ser influenciada por exemplo, pelo clima da região onde se encontra a indústria, ou a cidade onde se encontra o comércio. Além disso, a organização pode também influenciar […]


Continue Lendo




Análise Social do Ambiente Externo

Além dos aspectos econômicos e político-legais a empresa deve também estar atenta aos processos e mudanças sociais, analisando os valores, crenças e comportamentos de uma sociedade. Mudanças no ambiente social podem apresentar grandes desafios às empresas, principalmente em um mundo globalizado como hoje em dia. Churchill (2000) define que para descrever o ambiente social, é […]


Continue Lendo




Análise Política e Legal do Ambiente Externo

De acordo com Churchill (2000), uma organização não funciona apenas de acordo com seu próprio conjunto de regras, ela deve servir aos seus clientes e atender às demandas governamentais, assim também atender a grupos de interesse especiais. As leis e regulamentação podem influenciar diversos aspectos de uma organização, entre eles: embalagem do produto, política de […]


Continue Lendo




Análise Econômica do Ambiente Externo

De acordo com Churchill (2000), aprender sobre o ambiente econômico ajuda a determinar se os clientes estarão dispostos a gastar dinheiro com produtos e serviços. Os padrões de gastos estão vinculados ao ciclo de negócios, que é definido como o padrão do nível de atividade econômica, que para este autor possui as etapas de prosperidade, […]


Continue Lendo