Módulo III – Definição de Objetivos e Estratégia


O terceiro módulo apresentará como trabalhar a definição dos objetivos e da estratégia a ser utilizada. Após uma boa análise da situação atual o próximo passo é definir a estratégia.


Planejamento Estratégico para Startups


No mundo das startups muitos empreendedores que nunca se relacionaram com administração de negócios aprendem rápido como criar um Business Model Canvas e param por ali. Tudo o que foi definido nos posts-its acaba indo pra alguma gaveta ou e-mails antigos da empresa e aos poucos os planos definidos vão se apagando. A falta de […]

Continue Lendo



Estratégia Genérica de Foco

Para Michael Porter (1986), a estratégia de foco (ou enfoque, como na tradução oficial) significa enfocar em um determinado grupo de clientes, um segmento de produtos, ou um mercado geográfico. Assim como na diferenciação, o foco assume várias formas. A estratégia de foco visa atender muito bem ao mercado determinado. A estratégia basea-se na condição […]


Continue Lendo




Estratégia Genérica de Diferenciação

A segunda estratégia genérica segundo Porter (1986) consiste em “diferenciar o produto ou o serviço oferecido pela empresa, criando algo que seja considerado único, no âmbito de toda a indústria”. Quando utiliza o termo indústria, refere-se ao conjunto de empresas de determinado setor da economia. Os métodos para obter a diferenciação são vários, sendo alguns […]


Continue Lendo




Estratégia Genérica de Custo

Michael Porter (1986) afirma que a estratégia de liderança pelo custo total consiste em atingir a liderança total em um setor, através de uma série de políticas orientadas para atingir este objetivo básico. Esta estratégia exige a construção agressiva de novas instalações com equipamentos eficientes, uma grande perseguição na redução dos custos através de funcionários […]


Continue Lendo




Estratégias Genéricas de Michael Porter

UPDATE 15/05/2011: Veja o vídeo com explicação sobre o modelo de estratégias genéricas de Michael Porter: Segundo Michael Porter (1986), as empresas geralmente possuem uma estratégia, seja ela planejada ou não. No entanto, muitas vezes o plano apresenta falhas, pois o desempenho de uma empresa no mercado é dado por diversos fatores como: social, político, […]


Continue Lendo




Estratégia de Segmentação de Concentração

Dias (2004) define que a estratégia de concentração ocorre quando a empresa seleciona um único segmento como prioritário, como o mais importante, e concentra todos os seus esforços nele. Isto pode ocorrer por uma série de motivos: proximidade geográfica, potencial de mercado significativo, ou potenciais margens de lucro. A figura abaixo representa a estratégia de […]


Continue Lendo




Estratégia de Segmentação de Diferenciação

Já a estratégia de diferenciação, Dias (2004) define como aquela que a empresa reconhece e leva em consideração as diferenças significativas que possam existir entre os mercados-alvo, optando por realizar um planejamento distinto para atender a cada perfil de cliente. A figura abaixo representa a estratégia de segmentação de diferenciação: Figura 15 – Estratégia de […]


Continue Lendo




Estratégia de Segmentação de Não-Diferenciação

Dias (2004) afirma que a estratégia de não-diferenciação ocorre quando a empresa opta por explorar todo o seu mercado potencial, em todas as regiões geográficas possíveis, utilizando-se de um planejamento em comum a todos os segmentos. Quando a organização adota esta estratégia, significa que ela decidiu ignorar as possíveis diferenças existentes entre segmentos, e trata […]


Continue Lendo




Estratégias de Segmentação de Mercado

Assim que foram levantados os diferentes segmentos em que se pode atuar, o próximo passo visa definir qual será o posicionamento em relação a cada um, e com que intensidade estes serão explorados. Para facilitar a compreensão, optou-se por elaborar a figura abaixo, que representa, para fins didáticos, nove diferentes segmentos, a partir de diferentes […]


Continue Lendo




Tipos de Segmentação de Mercado

A segmentação usa sempre a pesquisa de mercado como ferramenta de seleção. Assim, é possível que se identifique, a partir de uma série de critérios, diferentes segmentos. Dias (2004) afirma que, dado que a segmentação de mercado é fundamental para o desenvolvimento de estratégias, quanto mais se investir na pesquisa para o processo de segmentação, […]


Continue Lendo