Análise Natural do Ambiente Externo



Churchill (2000) afirma que o ambiente natural “envolve os recursos naturais disponíveis para a organização, ou ofertados por ela”. A capacidade de oferecer bens e serviços pode ser influenciada por exemplo, pelo clima da região onde se encontra a indústria, ou a cidade onde se encontra o comércio. Além disso, a organização pode também influenciar o ambiente natural, quando gasta ou repõe recursos, aumentando ou diminuindo a poluição.

Para comercializar seus produtos, as empresas necessitam de recursos naturais. A disponibilidade de um produto pelo preço que é cobrado dos consumidores está diretamente ligada à disponibilidade de determinados recursos naturais, que podem até estar escassos, quando a demanda por eles excede a capacidade de produzi-los.

Em alguns casos, a empresa pode influenciar a disponibilidade de recursos no longo prazo, por exemplo, uma madeireira pode plantar novas árvores, ou uma organização pode poupar despesas com combustível, fazendo com que sua equipe de vendas trabalhe por telefone ao invés de pessoalmente. (CHURCHILL, 2000)

Esta consciência ambiental não é só necessária para a humanidade (conforme discussão no evento ECO- 92 no Rio de Janeiro), mas muitas vezes pode se tornar também lucrativa. A responsabilidade ambiental, muito discutida após o filme “Uma Verdade Inconveniente” do ex- senador, agora Nobelista americano (devido ao filme) Al Gore, pode beneficiar uma organização de várias maneiras.

Primeiro, por ser simpático aos valores de várias pessoas. Segundo Churchill (2000), “alguns consumidores sentem-se melhor comprando um detergente ou ar-condicionado que não prejudique o meio ambiente”.

Os clientes organizacionais podem comprar produtos ecologicamente corretos para economizar o dinheiro gasto para tratar o lixo, ou também pela necessidade de obedecer às leis ambientais.



Comente





Posts Relacionados

  • Análise do Ambiente Natural GlobalAnálise do Ambiente Natural Global Churchill (2000) conceitua o ambiente natural como aquele que “envolve os recursos naturais disponíveis para a organização, ou ofertados por ela”. A capacidade de uma organização de […]
  • Análise Política e Legal do Ambiente ExternoAnálise Política e Legal do Ambiente Externo De acordo com Churchill (2000), uma organização não funciona apenas de acordo com seu próprio conjunto de regras, ela deve servir aos seus clientes e atender às demandas governamentais, […]
  • Análise Econômica do Ambiente ExternoAnálise Econômica do Ambiente Externo De acordo com Churchill (2000), aprender sobre o ambiente econômico ajuda a determinar se os clientes estarão dispostos a gastar dinheiro com produtos e serviços. Os padrões de gastos […]
  • Análise Tecnológica do Ambiente ExternoAnálise Tecnológica do Ambiente Externo Para Churchill (2000), “o conhecimento científico, a pesquisa, as invenções e as inovações que resultem em bens e serviços novos ou aperfeiçoados constituem o ambiente […]
  • Análise do ambiente externoAnálise do ambiente externo Maximiano (2006) diz que "a análise do ambiente externo é um dos pilares do planejamento estratégico. Quanto mais competitivo, instável e complexo o ambiente, maior a necessidade de […]
  • Análise Social do Ambiente ExternoAnálise Social do Ambiente Externo Além dos aspectos econômicos e político-legais a empresa deve também estar atenta aos processos e mudanças sociais, analisando os valores, crenças e comportamentos de uma sociedade. […]