Definição de Expectativas e Papéis na Equipe



Definição de papéis

No funcionamento da equipe, diversos papéis são desempenhados por seus membros, com maior ou menor constância. O gerente tem um papel bastante diferenciado dos demais em decorrência de sua posição na hierarquia da instituição. Isto, contudo, não lhe assegura um desempenho tranqüilo, com plena aceitação dos liderados.
Cada papel no grupo engloba componentes prescritos e componentes não-prescritos. Os componentes prescritos são determinados pela organização e valem para todos os ocupantes daquela posição na estrutura organizacional. Os gerentes, por exemplo, têm atribuições e responsabilidades genéricas comuns, fixadas pela empresa, com variações concernentes à área específica de atuação.
Os componentes não-prescritos constituem a parte livre ou discricionária do papel, a ser preenchida de acordo com as características de personalidade, experiência, maturidade e posicionamento existencial do ocupante do papel.
Numa equipe de trabalho, há papéis complementares, paralelos, conflitantes mas interdependentes, sendo alguns mais direcionados para o nível da tarefa e outros mais ligados ao nível sócio-emocional. Alguns papéis são assumidos, com mais freqüência, por um ou outro membro, criando expectativas de repetição de desempenho daqueles papéis, pelos mesmos membros.

Os papéis fundamentais de uma equipe

Em seguida será apresentada uma caracterização dos principais papéis encontrados em uma equipe. Cabe lembrar que essa caracterização descreve, de forma ilustrativa, algumas das principais características desses papéis, não tendo a pretensão de rotular ou criar estereótipos. Uma pessoa pode assumir e desempenhar diferentes papéis nos vários grupos dos quais faz parte.

 Líder

– Descobre novos membros e desenvolve o espírito de equipe
– Excelente juiz dos talentos e das personalidades dos indivíduos do grupo
– Capaz de encontrar formas de superar fraquezas
– É um comunicador de primeira linha
– Bom em inspirar e manter o entusiasmo

Crítico

– Sentinela e analista da capacidade operacional da equipe a longo prazo.
-Satisfaz-se apenas com a melhor solução possível
-Especialista em investigar as soluções apresentadas pela equipe em busca de pontos fracos.
-Impiedoso ao insistir que falhas sejam corrigidas.
-Construtivo, pois aponta possíveis remédios.

Implementador

– Ocupa-se em manter o ímpeto e o fluxo das iniciativas da equipe
– Um organizador nato que pensa metodicamente
– Antevê atrasos ameaçadores ao programa em tempo hábil de preveni-los
– Tem mentalidade prática e adora consertar coisas
– Capaz de angariar apoio e superar derrotismos

 O “relações públicas e Contato Externo”

– Cuida das relações externas da equipe
– É diplomático e bom juiz das necessidades alheias
– Tem presença e impõe autoridade
– Tem boa visão geral do trabalho em equipe
– Discreto ao tratar com informação sigilosa

 Coordenador

– Amarra o trabalho da equipe como um todo em um plano coerente
– Entende a inter-relação entre tarefas complicadas
– Tem um forte senso de prioridade
– Capaz de captar várias coisas ao mesmo tempo
– Bom para manter contatos internos
– Habilidoso em atacar problemas potenciais

 Ideólogo

-Ssustenta e incentiva a capacidade de inovação e a energia do grupo
-Entusiasmado e com uma queda por novas idéias
-Ansioso e receptivo à idéias dos outros
-Encara os problemas como oportunidades de inovação e não como desastres
-Nunca fica confuso quando lhe pedem uma sugestão

 O controlador/inspetor

– Assegura que altos níveis sejam alcançados e mantidos
-Severo e às vezes pedante ao exigir rigorosos padrões dentro da equipe
-Bom juiz do desempenho de outras pessoas
-Implacável em trazer problemas à luz e, Capaz de elogiar e também fazer objeções.



Comente





Posts Relacionados

  • Como trabalhar as diferenças individuais em uma equipeComo trabalhar as diferenças individuais em uma equipe O homem é um indivíduo complexo com relação à sua natureza, às suas características, às suas múltiplas necessidades e potencialidades, como também é singularmente diferente de seus […]
  • A principal competência em uma equipe: NegociaçãoA principal competência em uma equipe: Negociação Definição e objetivo da Negociação: Negociação é o processo de alcançar objetivos por meio de um acordo nas situações em que existam conflitos, isto é, divergências e antagonismos de […]
  • Competências Comportamentais para uma EquipeCompetências Comportamentais para uma Equipe Definindo as competências As habilidades de trabalho em equipe entram em pauta sempre que as pessoas executam tarefas em conjunto, visando uma meta comum, seja num grupo informal de três […]
  • Os estágios de formação de equipeOs estágios de formação de equipe Um grupo de pessoas, ao constituírem uma equipe de trabalho, passa por estágios razoavelmente previsíveis. Estes estágios são: formação, turbulência, normatização e atuação. Essa é uma […]
  • Dicas sobre Trabalho em EquipeDicas sobre Trabalho em Equipe Separamos agora, para finalizar nosso guia, as principais dicas sobre Trabalho em Equipe, para quem quer ter sucesso com a gestão de equipes: TAMANHO NÃO É DOCUMENTO Ao fixar o número de […]
  • Liderança – Saiba TUDO sobre como LiderarLiderança – Saiba TUDO sobre como Liderar Elaboramos este guia completo para você que já leu inúmeros artigos sobre o tema LIDERANÇA, mas que está procurando um guia definitivo para entender tudo sobre o assunto mais atual de […]