Processo de Pesquisa de Marketing – Analisar Dados



Após o processo de tabulação dos dados, naturalmente partimos para a próxima etapa, a análise dos dados pesquisados.

Com a disposição dos dados tendo sido corretamente, e com as médias calculadas e os dados de questões cruzadas, é hora de fazer uma análise bastante detalhada destes dados.

Parte da análise será a identificação das características mais citadas pelos pesquisados, buscando identificar o perfil médio dos entrevistados, mas em muitos casos poderão ser criados alguns segmentos de entrevistados, que podem ser agrupados de acordo com algumas variáveis respondidas.

Como uma maneira de entender melhor como ocorre o processo de análise destes dados, serão apresentados agora dois exemplos.

Exemplo do cálculo de média

Seguindo o exemplo utilizado no tópico anterior, pode-se calcular as médias obtidas para cada uma das respostas utilizando os softwares estatísticos. Mas como o Microsoft Excel é o software mais utilizado, vamos basear nossas análises neste software.

Em nossa tabela, vamos utilizar apenas os dados referentes à idade.

Figura 8 - Respostas de idade Fonte: o autor, 2008

Figura 8 - Respostas de idade Fonte: o autor, 2008

Se colocarmos estes dados no Excel, e utilizarmos a fórmula de cálculo de média, saberemos então que o resultado da motivação, para estes clientes utilizados como exemplo, possui uma média de 15,7 anos.

Dica: para calcular a média, escolha uma célula em branco no Excel e escreva:

=MÉDIA(
Após abrir os parênteses, selecione com o mouse a faixa de números que quer a média calculada e pressione ENTER.

Fórmula 2 – Cálculo de Média no Excel
Fonte: o autor, 2008.

Agora que você já calculou a média, pode utilizá-la também para analisar outros tipos de dados numéricos, como nível de renda ou quantidade de uso de determinado tipo de produto.

Exemplo de cruzamento de dados

Uma outra forma interessante de se analisar os dados e realizar uma análise de dados cruzados. O cruzamento de dados é interessante para se obter informações adicionais na hora de analisar os resultados da pesquisa.

Vamos agora utilizar os dados do tópico anterior, demonstrar um exemplo de um cruzamento de dados.

Figura 9 - Dados para análise cruzada Fonte: o autor, 2008.

Figura 9 - Dados para análise cruzada Fonte: o autor, 2008.

Agora, além do dado da idade, onde calculamos a média de 15,7 no tópico anterior, vamos realizar o cruzamento dos dados de idade com cidade. Ou seja, ao final do cruzamento de dados, vamos ser capazes de dizer qual a idade média para cada uma das cidades.

Vamos agora calcular a média de cada uma das cidades, usando a fórmula apresentada no tópico de cálculo de médias, mas selecionando apenas os dados de cada uma das cidades, um por vez.

Pegando então apenas os dados de Bauru, chegamos à média de 16,33 para a idade. Faça agora o cálculo para as outras duas cidades.

O interessante não é só calcular as médias, mas também compará-las. Isto vai permitir analisar a diferença entre as cidades, e muitas vezes permite que sejam identificadas correlações interessantes.

O cruzamento é interessante para obter este tipo de dado, que em uma análise simples quem analisa os dados acaba não enxergando.

Médias de idade por cidade, para conferência:
Bauru: 16,75
São Paulo: 15,50
Ribeirão Preto: 15,33

Quadro 3 – Média de idade por cidade
Fonte: o autor, 2008

Neste caso Bauru acabou por apresentar um público com uma média de idade mais alta que as outras cidades. Se esta pesquisa fosse com adolescentes de escola pública, seria interessante saber que em Bauru provavelmente existem mais alunos em idade de votar, e pode ser criada uma campanha específica para esta característica.



Comente





Posts Relacionados