Como atender o mercado de luxo



A Havaianas há muito tempo, entendeu era que era seria preciso mudar sua abordagem para alcançar a classe A. E a sacada foi genial. O que antes era um chinelo barato “de pobre” conseguiu emplacar nas lojas grã-finas e virou sinônimo de brasilidade. Os preços do chinelo aumentaram conforme as cores, modelos e parcerias foram aumentando.

Ter um par de Havaianas hoje significa ter estilo descolado e atitude, sem abrir mão do conforto. As propagandas são sempre divertidas e mostram o brasileiro na praia, curtindo o verão, sempre. E quem mais poderia se identificar senão os jovens das classes mais altas? Daí que a Havaianas conseguiu incluir um público que jamais usaria o chinelo, pois conseguiu vender sua imagem como cool.

Exclusividade, comodidade e experiência definem o mercado de luxo. O turismo de luxo, por exemplo, podem se especializar em cruzeiros com roteiros exclusivos que proporcionem comodidade ao turista, como a KLM Royal Dutch Airlines, por exemplo, que oferece a bordo pratos criados por chefs consagrados e a SilverSea que tem cruzeiros para roteiros exóticos como Islândia, Groenlândia e Alaska.

Sites de notícia como o Prime Offer, segmentaram suas notícias para o mercado de luxo. As notícias da Bahia agora incluem opções para comprar aviões e carros importados e informações para a classe AAA.

Outro exemplo, é um sapato de plástico, a Melissa. Aproveitando a imagem positiva (quem nunca teve uma melissinha na infância?), a marca decidiu atender o seu público que cresceu, com peças de designers e estilistas famosos como Vivienne Westwood e Irmãos Campana. Não é mais um sapato de plástico, e sim um produto de desejo 9 em cada 10 blogueiras e it-girls.

O consumidor de luxo preza pela experiência, seja tomar um whisky com gelo extraído das profundezas de uma calota polar ou pela dificuldade de acesso. As marcas de carros importados nunca estiveram tão bem no Brasil, assim como marcas de roupas e acessórios femininos como Channel, Hermès e Louboutin. E as previsões são de crescimento no setor.

E você, como vai aproveitar essa oportunidade?



Comente





Posts Relacionados

  • Etapa 10 – Desenvolvimento de Planos de Ações PossíveisEtapa 10 – Desenvolvimento de Planos de Ações Possíveis Para Luz (2003), esta é a etapa mais importante, sendo esta é etapa responsável pela garantia que a empresa considera importante a opinião de seu cliente interno e também busca […]
  • Tipos de Clima OrganizacionalTipos de Clima Organizacional Neste tópico, serão apresentados ostipos de clima organizacional, e as diferenças conceituais de alguns autores, em relação à descrição dostipos de climas existentes na empresa. Mello […]
  • Análise Social do Ambiente ExternoAnálise Social do Ambiente Externo Além dos aspectos econômicos e político-legais a empresa deve também estar atenta aos processos e mudanças sociais, analisando os valores, crenças e comportamentos de uma sociedade. […]
  • Dicas para passar um final de ano no azulDicas para passar um final de ano no azul Matéria publicada no Jornal Correio do Estado na edição especial de Dezembro de 2007. Por que de vermelho já basta o Papai Noel Final do ano chegando, 13º depositado na conta, […]
  • Os Axiomas de ZuriqueOs Axiomas de Zurique Suíça, início do Século XX. Um grupo de banqueiros suíços, preocupados com o frênesi, a busca incessante das pessoas por ganhos no mercado financeiro, resolvem reunir-se para discutir […]
  • Dica de Livro: Inteligência Emocional para Sucesso nas VendasDica de Livro: Inteligência Emocional para Sucesso nas Vendas Segue então meu review do novo livro da M Books, escrito por Colleen Stanley, sobre a relação entre inteligência emocional e resultados diretos nas vendas. #RECOMENDO Confesso que na […]