Drones – Eficiência no Agronegócio

Categoria: Administração Rural, Artigos | 04.06.2016 | sem comentários



A administração de grandes áreas rurais envolve vários custos e muito tempo no campo, conforme explica o administrador de fazendas Walter Kondo. Uma gestão eficiente significa conhecer as ferramentas disponíveis para otimizar os recursos da propriedade, como o uso da tecnologia de drones no meio rural.

Os drones tem sido uma importante ferramenta para a agronomia no Brasil – realizam diversas análises a um custo inferior aos praticados pelas imagens de satélites e pelo monitoramento de aviões, tanto do plantio quanto do rebanho.

Esses equipamentos são versáteis: úteis para análise de plantação quando aliados a softwares; demarcação de plantio; acompanhamento da safra e pastagem; pulverização; monitorar desmatamento; localizar focos de incêndio, nascentes de água e pontos para abrir estradas em matas fechadas; vigilância da propriedade; contagem do rebanho; resgate de animais perdidos.

Com o surgimento e a popularização da tecnologia, surgirão ainda mais desafios para os profissionais do campo que precisam se atualizar e, oportunidades para aqueles que estão familiarizados com os vants.

A tendência é que a agricultura de precisão se aproprie dessa ferramenta, já o uso de drones pode significar uma redução significativa nos custos da agropecuária e uma otimização das áreas agricultáveis – já que permite identificar focos de praga, de incêndio e até mesmo de furtos. Na Universidade Católica Dom Bosco – UCDB em Campo Grande – MS, o grupo de pesquisas VantAgro estuda o impacto dos vants, como também são chamados os drones comerciais, e desenvolve novas tecnologias com aplicações para a agropecuária.



Comente





Posts Relacionados