Pesquisa de Clima Organizacional

Blog sobre Pesquisa de Clima Organizacional

Questionário de Pesquisa de Clima Organizacional

O questionário é uma técnica de investigação composta por um número mais ou menos elevado de questões apresentadas por escrito à pessoas, e que tem por objetivo propiciar determinado conhecimento ao pesquisador. (WIKIPÉDIA, 2008)

O questionário é uma técnica quantitativa de pesquisa, pois possibilita a organização dos resultados por categoria e também os resultados em percentagens. (OLIVEIRA, 1995).

Para a construção de um questionário deve-se estar atento à:

  • Tipos de questões: as questões podem ser abertas (dando oportunidade para o funcionário expressar suas opiniões sem a restrição de uma resposta previamente definida) ou fechadas (onde este deve dar sua opinião a respeito de categorias pré- estabelecidas);
  • A estratégia de elaboração do questionário: deve-se decidir entre a aplicação de questionários curtos (mais utilizados quando a organização possui uma quantidade muito elevada de funcionários, e pouco pessoal para avaliar os resultados), ou os questionários longos (que abrangem mais variáveis, mas que possuem um custo de aplicação e tabulação mais altos);
  • Problemas referentes à aplicação do questionário: sendo esta última de extrema importância, pois é onde identifica-se quais as perguntas que são adequadas ao público-alvo específico da pesquisa.

Oliveira (1995), sugere ao responsável na elaboração do questionário de pesquisa de clima, as seguintes considerações:

  • É importante focar nos comportamentos dos colaboradores;
  • Uso restrito, breve e direto. Quando muito extensos diminui a eficiência da técnica, pois os sujeitos se desmotivam a dar respostas;
  • Definir hipóteses a serem testadas, através do questionário (este é um modo, uma metodologia, e não um fim em si mesmo);
  • Testar antecipadamente a elaboração das perguntas, construções adequadas das frases, para que estas sejam adequadas ao público-alvo, e sejam também de fácil compreensão;
  • Orientar quanto ao sigilo, para que os sujeitos fiquem a vontade para dizer o que pensam;
  • Questionários fechados geralmente são mais fáceis de tabular;

Questionários permitem aplicação maciça, é uma técnica com custos baixos e tende a ser bem aceita pelos respondentes.



Kenneth Corrêa possui graduação em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS - 2004) e Pós-Graduação em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV - 2006). É Diretor Comercial e de Tecnologia do Grupo WTW, à frente das empresas Gestão Ativa - Soluções Web, 80 20 Marketeria Digital, e Mais Empresas que atuam nas áreas de Desenvolvimento de Sites, SEO (Otimização para buscadores), Marketing Digital e eCommerce. Foi professor do Instituto de Ensino Superior da FUNLEC (IESF) e da Universidade Anhanguera-Uniderp, ambas em Campo Grande - MS. Possui experiência na área de Administração, atuando principalmente nas seguintes áreas: planejamento estratégico, gestão de projetos, marketing e recursos humanos.




Comentários:

2 Respostas
  1. Jessica disse:

    TERIA COMO VC DISPONIBILIZAR A REFERENCIA PARA (OLIVEIRA,2005)?

  2. kenaum disse:

    Oliveira, M. A. Pesquisas de clima interno nas empresas: o caso dos desconfiômetros avariados. São Paulo: Nobel, 1995.

    Aqui você pode ver todas as referências bibliográficas de pesquisa de clima utilizadas no site.

Deixe um comentário