Pesquisa de Clima Organizacional

Blog sobre Pesquisa de Clima Organizacional

Metas para Equipes e Avaliação dos Resultados de Equipes

Definindo Metas

Meta é o objetivo desejado, o ponto a ser alcançado. Cada decisão a ser tomada, cada tarefa a ser executada deve ter como princípio básico o resultado que se espera dessas ações. É importante que este objetivo seja compartilhado por todos os membros do grupo, o que é uma das atribuições do gerente.
As metas devem ser determinadas em conjunto, através da participação de toda a equipe envolvida. Desta forma, todos se sentirão responsáveis em atingi-las. Um caminho importante para que as metas sejam estabelecidas em conjunto são as reuniões. Aproveite-as para fomentar o espírito de equipe e criar o hábito do trabalho em grupo.
Certifique-se de que a tarefa atribuída à equipe e os assuntos em pauta são de domínio de todos os participantes. Depois submeta à avaliação do grupo todas as formas possíveis de organização para que uma seja escolhida. Por fim, discuta e defina prazos razoáveis para todas as fases do projeto.
Se possível, fixe metas gerais e específicas e de preferência, desafiadores e ao mesmo tempo realistas. É importante que se tenha persistência, pois o fracasso de uma parte do projeto não deve afetar o restante.
O fracasso deve ser discutido com a equipe para que sejam encontradas as causas do mesmo, decidindo como revertê-lo. Se necessário, defina novas metas de acordo com a situação.

Pontos básicos para definição de metas

Fatores que precisam ser levados em consideração ao serem definidas as metas da equipe:
– Programação: Estipule prazos realistas para a equipe completar tarefas.
– Restrições: Examine quanta autonomia o grupo tem e quais seus limites.
– Prioridades: Avalie a ordem na qual etapas centrais do projeto devem ser completadas.
– Submetas: Divida metas e orçamentos entre sub-grupos e pessoas.
– Visão: Fixe metas de longo prazo, exeqüíveis, mas exigentes.
– Orçamento: Prepare o orçamento com vista a salários de funcionários e quaisquer recursos adicionais.

Medindo os resultados

Para que se tenha condições de perceber que a equipe está ou não se aproximando da meta, é necessário que sejam criadas formas de medir os resultados parciais, periodicamente. A estas formas de medir os resultados chamamos de indicadores, que vão permitir um monitoramento de todo o processo, servindo como um sinalizador, que mostra se conseguiremos atingir as metas ou não. Assim é possível fazer as correções necessárias em tempo hábil.
As revisões regulares ajudam muito neste monitoramento e fortalecem o trabalho em equipe, dando ímpeto a novos avanços. Elas podem ser feitas com o grupo todo ou com membros específicos. Se necessário, delegue o desenvolvimento de planos de ação a pessoas experientes.


Categoria: Gestão de Equipes | 14.outubro.2014 | sem comentários | Comentar


Kenneth Corrêa possui graduação em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS - 2004) e Pós-Graduação em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV - 2006). É Diretor Comercial e de Tecnologia do Grupo WTW, à frente das empresas Gestão Ativa - Soluções Web, 80 20 Marketeria Digital, e Mais Empresas que atuam nas áreas de Desenvolvimento de Sites, SEO (Otimização para buscadores), Marketing Digital e eCommerce. Foi professor do Instituto de Ensino Superior da FUNLEC (IESF) e da Universidade Anhanguera-Uniderp, ambas em Campo Grande - MS. Possui experiência na área de Administração, atuando principalmente nas seguintes áreas: planejamento estratégico, gestão de projetos, marketing e recursos humanos.



Deixe um comentário