Restrições em Gestão de Projetos



O primeiro conceito são as restrições, que podem ser definidas como fatores que podem vir a impedir o andamento de um projeto.

Normalmente, o gerente de projetos (que será melhor discutido no Módulo III deste curso) é o responsável por definir, junto aos stakeholders (partes interessadas), quais são estes fatores, para que sejam tratados já desde o início do projeto.

Divide-se as restrições em três tipos básicos, conhecidos como a tríade da gestão de projetos, que são: tempo, custo e qualidade.

É importante ressaltar que a própria definição de projetos que será utilizada ao longo deste material é baseada exatamente nestas três restrições, lembrando que um projeto é um:

  • Empreendimento temporário (começo, meio e fim bem definidos; (restrição de tempo)
  • Que tem por objetivo fornecer um produto singular; (restrição de qualidade)
  • Dentro de restrições orçamentárias. (restrição de custo)

As restrições são extremamente importantes também por ser a partir delas que se define que um projeto teve ou não sucesso. Um projeto de sucesso é definido como aquele que é concluído respeitando estas três restrições.

Por isso, estas restrições serão re-discutidas e utilizadas por todo o projeto,então vamos apresentar um breve exemplo de cada uma delas, para ajudar na compreensão.

Restrição: Tempo

Quanto à restrição de tempo, podemos utilizar como exemplo uma ceia de natal, que acontece na noite do dia 24 de dezembro.

Esta data é uma restrição de tempo para o projeto, no sentido de que não adianta o custo estar adequado, a qualidade da comida de acordo com o que se espera, mas se a refeição só ficar pronta no dia 25 de dezembro.

Restrição: Qualidade

A restrição de qualidade é um conceito um pouco mais complexo, já que ele não é uma característica extremamente fácil de se quantificar.

Em um projeto, preciso conhecer meus stakeholders, para saber o que é qualidade para eles, e como estou trabalhando com um produto singular ao desenvolver um projeto, minhas restrição é ter de oferecer este produto de acordo com as especificações definidas previamente, já no início do projeto.

Ainda dentro do exemplo do projeto de realização da ceia de natal, a restrição de qualidade pode ter a ver com um índice mínimo de satisfação com a comida, por parte dos convidados.

Ao longo e também ao final de cada etapa do projeto é necessário controlar e garantir que o produto que está sendo desenvolvido está dentro dos parâmetros de qualidade, e é isto que definirá o sucesso de um projeto.

Restrição: Custo

E a última restrição é a de custo (ou de orçamento), que é o fator de quanto o projeto vai custar.

Ainda no exemplo da ceia de natal, a restrição orçamentária pode ser um valor pré-definido para ser gasto no evento, por exemplo, de R$1.500,00.

Este valor irá balizar todos os investimentos necessários para que este projeto (neste caso, o evento) aconteça.

Ou seja, não adianta novamente ter um buffet personalizado para cada convidado, mas custar o dobro do que há de capital reservado para o projeto.



Comente





Posts Relacionados

  • Premissas para o Gerenciamento de ProjetosPremissas para o Gerenciamento de Projetos Além das restrições de um projeto, existem também as premissas, que são fatores que, para que o projeto seja executado, devem ser assumidos como reais. As premissas são eventos, […]
  • A Gestão de ProjetosA Gestão de Projetos Simplificando a definição, a Gestão (ou Gerência, ou Gerenciamento) de Projetos é a disciplina de reduzir ao máximo os riscos de um projeto, durante todo o seu ciclo de vida. O risco de […]
  • Gestão de Projetos x Gestão de Processos: entenda a diferençaGestão de Projetos x Gestão de Processos: entenda a diferença Uma maneira fácil de compreender o conceito de gestão de projetos é fazer a diferenciação entre a definição de projetos e a definição de processos. Os processos são seqüências de […]
  • Estruturas Organizacionais para Gerenciamento de ProjetosEstruturas Organizacionais para Gerenciamento de Projetos Uma última, porém não menos importante, discussão diz respeito à questão das diferentes estruturas organizacionais. Parte-se do princípio que cerca de 90% dos projetos são realizados […]
  • Áreas do Conhecimento em ProjetosÁreas do Conhecimento em Projetos O PMBOK® é subdividido em nove áreas de conhecimento (também chamadas de gerências), que serão apresentadas brevemente. Estas mesmas nove áreas serão discutidas detalhadamente no Módulo […]
  • Qual  é a importância da gestão de projetos em pequenas empresas?Qual é a importância da gestão de projetos em pequenas empresas? Muitas empresas de pequeno porte trabalham com projetos: serviços com o ciclo de vida definido (início e fim). Mas a dificuldade em controlar os custos, prazos, qualidade e entrega desses […]